Solenidade de formatura do Proerd leva 2 mil pessoas ao Ginásio de Esportes em Sete Barras

Com a participação de mais de duas mil pessoas (número da PM), aconteceu na última sexta-feira, a formatura de estudantes da 5ª. Série do ensino fundamental que passaram pelo curso e atividades do PROERD - Programa Educacional de Resistência ás Drogas e à Violência, em Sete Barras. Participaram da mesa de abertura do evento, no Ginásio de Esportes municipal, o prefeito Dean Martins, que agradeceu todos os envolvidos no Programa e a todos os presentes e falou da importância social do programa para a erradicação das drogas entre crianças e jovens no Município.

Também participaram da mesa de abertura do evento, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Jeany Fudalli, a secretária Municipal de Educação, Tânia Fudalli, o presidente da Câmara, vereador, Renan Fudalli, o comandante da 1ª Cia, Capitão Cunha e Sargento Pires, comandante de Sete Barras.

Na oportunidade, 500 estudantes de escolas da rede pública municipal e estadual, receberam medalhas e certificados. As melhores redações do concurso “PROERD é minha vida” foram premiadas. O evento contou também com apresentações culturais e uma homenagem emocionada com a música “Aleluia” ao aluno Wesley, o Lelinho, que faleceu recentemente, vítima de câncer.

As alunas Raíssa e Katley cantaram a canção Gospel, “Conquistando o Impossível” e “É Preciso Saber Viver”. Já os alunos da Escola Elvira de Mello dançaram ao som de “Despacito”. Houve também outra apresentação de dança com a Música “Depende de Nós”.

Responsável pelo programa em Sete Barras, o cabo PM Felipe agradeceu a participação do prefeito, da secretária municipal de Educação, dos diretores e alunos por abraçarem o programa. “O foco principal é a erradicação das drogas voltado ao trabalho, comportamento e tomada de atitudes e decisões responsáveis”, enfatizou o cabo Felipe.

O PROERD é o Programa Educacional de Resistência ás Drogas e á violência, é um projeto onde os policiais militares, fardados e devidamente treinados e com material próprio (livro do estudante, camiseta e diploma) que desenvolvem um curso de prevenção as drogas e a violência na sala de aula de sua escola.

Acessos a esta notícia: 120
Não disponível!

Deixe um Comentário

Tamanho da fonte: Imprimir: