Sexta, 2 de Dezembro de 2022

CENSO DO IBGE COMEÇOU EM 1º DE AGOSTO

Com o início da coleta do Censo em 1º de Agosto de 2022, considerando que todas as localidades do município serão visitadas porta a porta pelos recenseadores e supervisores do IBGE, é importante que a população receba o Agente do Censo em sua residência.

O que é o Censo?

O Censo é a principal pesquisa realizada no país, responsável pela contagem da população e pelo levantamento de informações muito importantes sobre a realidade dos municípios brasileiros. É a única pesquisa que vai a todos os domicílios de todos os municípios do país.

Quem responde ao Censo?

A população inteira deverá estar representada no Censo. Como o Censo é uma pesquisa domiciliar, os recenseadores do IBGE irão até cada uma das residências realizar a entrevista. Basta a presença de um informante, ou seja, de um morador apto a responder por ele mesmo e pelos demais.

Quando o Censo vai passar na minha casa?

O Censo teve início no dia 1º de Agosto de 2022, porém a coleta domiciliar pode seguir até Novembro desse ano. Algumas localidades iniciarão primeiro, e outras iniciarão mais adiante. Mas todas as localidades de todos os municípios receberão a visita de um dos recenseadores do IBGE nos próximos meses.

O Censo não deveria ter acontecido em 2020?

O Censo Demográfico tem periodicidade decenal, ou seja, normalmente ocorre a cada dez anos. A última operação foi realizada em 2010, e deveria ocorrer em 2020, mas foi adiada em virtude da pandemia, e em 2021 devido à falta de recursos orçamentários.

Por que é importante responder ao Censo?

Além de contar a população, através do Censo podemos acompanhar o crescimento e a evolução das características da população ao longo dos anos. Esse levantamento é utilizado para identificar áreas de investimento prioritários em saúde, educação, habitação, transportes, energia e programas de assistência a crianças, jovens e idosos. É a única fonte de referência sobre a situação de vida da população nos municípios e em seus recortes internos, como distritos, bairros e localidades, rurais e urbanas. O Censo também é fundamental para definir os Fundos de Participação dos Municípios, ou seja, as transferências de recursos da União para os municípios. Para ter mais informações sobre a importância dos resultados do Censo, basta acessar o site do Censo 2022 na Internet.

Alguém ficará sabendo das minhas informações?

O IBGE não divulga informações individualizadas sobre os moradores dos domicílios entrevistados. As informações do Censo são confidenciais e estão protegidas pelo sigilo. A Lei Nº 5534/68 garante esse direito, determinando as restrições do uso dessas informações, bem como estabelece o dever de prestação de informações estatísticas.

Como identificar o recenseador ou recenseadora?

Todo recenseador e recenseadora deve portar colete e crachá com identificação e foto. No crachá constam o número da matrícula e do documento do entrevistador, que pode ser verificado de diversas formas: pelo site do IBGE na internet, pelo número 0800-721-8181, que também consta no colete, ou apontando a câmera do seu celular para o QR Code presente no crachá. Essa verificação é simples e rápida, podendo ser feita por telefone ou internet.

Já respondi ao Censo, alguém do IBGE pode voltar na minha casa?

Sim, quem respondeu ao Censo em 2010 também será visitado agora em 2022. Após a visita dos Recenseadores, algumas residências também podem receber a visita de um dos Supervisores do IBGE, que irão conferir algumas informações prestadas, garantindo qualidade e confiabilidade dos dados da pesquisa. É muito importante receber bem os Supervisores, pois eles são responsáveis por atestar a qualidade do trabalho do Censo. Os moradores também podem receber a visita de um dos entrevistadores da Pesquisa de Pós-Enumeração, que tem por objetivo produzir indicadores de qualidade e cobertura da operação. Além disso, o IBGE realiza outras pesquisas concomitantemente, como as Pesquisas Nacionais por Amostra de Domicílios Contínua e as Pesquisas Econômicas, que produzem outros dados sobre recortes diferentes, e ocorrem junto com o Censo.

Quanto tempo demora responder ao Censo?

O Censo tem 2 tipos de questionários, aplicados estatisticamente em cada residência. O primeiro é o questionário básico, feito na maioria dos domicílios, que é mais rápido, e demora em média 5 minutos. Já o segundo é o questionário amostra, feito em uma parcela menor dos domicílios, que demora em média 16 minutos.

Posso responder pela internet?

A entrevista presencial é importante, pois o recenseador pode esclarecer dúvidas do recenseado durante a entrevista. Mas se o morador quiser responder pela internet, deverá aguardar a visita do recenseador e fazer essa solicitação. O recenseador irá cadastrar um e-mail e celular (para envio de SMS) no sistema, para envio do link do questionário. Na modalidade internet, o morador terá sete dias para preencher o questionário, por isso deverá ficar atento a este prazo.

Quais perguntas o Censo vai fazer?

O questionário do Censo possui perguntas sobre temas como: características dos domicílios, saneamento básico, identificação étnico-racial, registro civil, nupcialidade, núcleo familiar, fecundidade, mortalidade, migração interna e internacional, religião ou culto, Pessoas com Deficiência, rendimento e trabalho, educação, deslocamento para trabalho e autismo. Os questionários estão disponíveis para consulta no site do Censo 2022 na internet.

Quero trabalhar no Censo. Como fazer?

O IBGE realizou processos seletivos para preenchimento de vagas temporárias para trabalhar no Censo 2022. Para consultar se ainda há processos seletivos com vagas disponíveis, procure na Internet por IBGE Trabalhe Conosco. O site oficial do IBGE publica os editais dos Processos Seletivos com vagas abertas. Fique atento para os cronogramas, forma de inscrição (presencial ou online), para os endereços de inscrição, e para os quadros de vagas disponíveis, onde você pode consultar quais municípios estão com vagas abertas.
200 acessos a esta notícia até o momento.
Não disponível!

Deixe um Comentário

Tamanho da fonte: Imprimir: