Segunda, 15 de Agosto de 2022

PREFEITO DEAN VISITA OBRA DO NÚCLEO DE CONTROLE DE ZOONOSES

A Prefeitura Municipal de Sete Barras, preocupada com a possível transmissão de Zoonoses (enfermidades naturalmente transmissíveis entre os animais e o homem, representando uma importante ameaça à saúde e ao bem estar da população), iniciou os trabalhos para reforma, ampliação e adequação de um antigo prédio municipal, localizado no Bairro Santa Cruz onde será instalado o Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ), um local adequado para acolher e tratar animais que possam ser transmissores de doenças.

“O nosso Núcleo terá baias para acolhimento e tratamento de cães, gatos e animais de grande porte, além de salas para atendimento veterinário necessário. Com essa obra, além de atender os anseios da nossa população junto ao bem-estar animal, vamos cumprir com um compromisso firmado entre a Prefeitura e o Ministério Público, resolvendo assim mais um ponto do TAC firmado em administração passada”, afirmou o Prefeito Dean Martins.

As zoonoses são enfermidades naturalmente transmissíveis entre os animais e o homem, representando uma importante ameaça à saúde e ao bem estar da população. Apesar do progresso, das medidas de controle e da cobertura com serviços de saúde, essas doenças continuam registrando altas taxas de ocorrência nas zonas urbanas e rurais.

As formas de transmissão podem ser por agressão: mordeduras e/ou arranhaduras; Vetores biológicos: insetos; Manipulação ou contato: objetos, animais e produtos de origem animal contaminado; Imersão: banho ou contato com água e solo contaminados; Ingestão: alimentos e água contaminados; Inalação: aerossóis disseminados em ambientes (laboratórios, matadouros, cavernas etc).

Essas formas de transmissão podem se tornar graves devido às condições favoráveis como: Crescimento urbano acelerado e desordenado; Imigração populacional de áreas do interior do país para os grandes centros; Habitações precárias; Falta de saneamento básico; Desmatamentos, que causam diversos tipos de desequilíbrio ecológico; Trânsito de animais e pessoas; Convivência com animais (hábitos/cultura) e falta de controle sobre populações animais.

O Centro de Zoonoses vem cooperar no combate ao crescimento ou surgimento das principais zoonoses que são: Raiva; Leishmaniose; Leptospirose; Larva Migrans (chamado de bicho geográfico); Toxoplasmose, Teníase/Cisticercose; Sarnas; Criptococose; Esporotricose e Brucelose. Todas essas doenças podem ser evitadas com as seguintes medidas: Higiene pessoal e do ambiente; Vacinação dos animais; Controle de vetores e reservatórios; Controle da qualidade da água e dos alimentos; Controle sanitário das criações de animais de companhia e de produção; Cozimento adequado dos alimentos; Não criar animais silvestres sem autorização do órgão competente ou Posse responsável de animais.
235 acessos a esta notícia até o momento.
Não disponível!

Deixe um Comentário

Tamanho da fonte: Imprimir: